HORÁRIO DAS MISSAS

Igreja Matriz
Quarta-feira, às 19h30min
Domingo, às 10h
Sábado, às 19h

Comunidade
São Pedro
Domingo, às 18h30min
Quinta-feira, às 20h

Menino Jesus
Terça-feira: 19h30min
Domingo, às 9h

A Alegria Pascal

 

ressuscitou

Vígilia traduz uma atitude de alegre expectativa. Há algo grande por acontecer. Preparamo-nos para acolher um evento fundante da Igreja. O próprio Deus no-lo preparou através de séculos de intervenções, levando-nos à plenitude da Páscoa da Ressurreição. Acompanhamos estes gestos do passado para acolher seu sentido e moldar nossa vida por eles. Deus fala através do tepo. Ouvimos sua voz na voz do tempo, reconhecendo os sinais da sua passagem pela História da Humanidade. Não podemos ficar surdos nem cegos diante de tantas maravilhas.

Como Deus nos revela seu plano de amor? Em que consiste a salvação que nos é oferecida gratuitamente? A questão decisiva é a fé no amor. Crer em Deus não se reduz à aceitaão de uma existência misteriosa e escondida. Ter fé se relaciona com amar e sentir-se amado. Daí a pergunta: nós nos sentimos amados ou estamos perdidos um espaço infinito, numa sucessão de movimentos de milhões de anos? Ser gente é sentir-se amado e ter capacidade de amar.

A Páscoa nos coloca no centro da História humana e do Universo. Reconhecemo-nos filhos de Deus. Temos certeza de não sermos os senhores do mundo, mas filhos do Senhor do mundo, acolhido como Pai, em Jesus Cristo. Acompanhamos a Vígilia Pascal com estes sentimentos. Ela nos diz respeito. Fala de nossa História. Gostamos de ouvi-la para nos integrarmos cada vez mais neste mistério de amor. É nossa História da Salvação.

Dom Dadeus Grings

Arcebispo emérito de Porto Alegre


Benfeitor

Benfeitor

Supermercado Teka