HORÁRIO DAS MISSAS

Igreja Matriz
Quarta-feira, às 19h30min
Domingo, às 10h
Sábado, às 19h

Comunidade
São Pedro
Domingo, às 18h30min
Quinta-feira, às 20h

Menino Jesus
Terça-feira: 19h30min
Domingo, às 9h

Sacramento da Crisma

Cinquenta e um jovens crismandos confirmaram a fé recebida no Batismo, na Santa Missa realizada no dia 29 de maio, na Igreja Matriz da Paróquia. Pelas mãos do Bispo Auxiliar, Dom Jaime Spengler, Pastor da Igreja, receberam o Dom do Espírito Santo.

O Espírito Santo é como uma fonte no coração... Ele nos dá um olhar novo para Cristo, Caminho, Verdade e Vida.

Dom Jaime agradeceu a acolhida na Paróquia Nossa Senhora da Saúde e, também, a disposição e força do Pároco, Padre Alexandre Chaves. Também, destacou o trabalho que ele realiza pela Igreja neste pedaço de chão. Dom Jaime agradeceu, também, o trabalho dos Catequistas, acrescentando que "acredito que Deus não os retribuirá com o dobro mas, com o centuplo".

Na sua Homilia, ressaltou a importância dos pais e padrinhos na vida dos jovens e adultos que receberam o Sacramento da Crisma - "que eles possam ser um sinal de testemunho de Cristo na vida dos crismandos", complementou Dom Jaime.

Aos crismandos, Dom Jaime lembrou que "estavam celebrando um rito de iniciação, a partir deste momento não são mais adolescentes mas, adultos na fé pois, já são capazes de fazer o bem para si e para os outros". O Bispo Auxiliar pediu à comunidade que seja luz e orientação para os jovens e que rezem por eles.

Fazendo referência ao Evangelho e às leituras próprias da Liturgia da Confirmação, disse que a Segunda Leitura é a Certidão de Nascimento da nossa Igreja: os apóstolos estavam reunidos, com medo... fechados, com medo dos judeus pois, sabiam do que eles eram capazes. É uma coisa natural! Quem de nós não tem medo diante do mal? Então, apareceu como que línguas de fogo, se repartiram e pousaram sobre cada um deles. E, todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas e, quando saíram, todos entendiam o que eles falavam em sua própria língua. Que linguagem era essa? Eu creio que é a linguagem que muitos de nós falamos, uma língua que nós falamos no embate da vida - é a linguagem do amor...

Quando as pessoas se gostam, as palavras atrapalham, quando se ama, basta, simplesmente, um olhar... não precisa dizer... é só ver... Quem ama, não precisa dizer que ama. O jeito com que a pessoa se coloca diante dos outros, diz a linguagem da sua grandeza humana. Quando algo de grande nos une, as palavras não são necessárias.

A primeira palavra de Jesus no Evangelho é 'Se me amais'... e Ele completa, 'Guardareis os meus Mandamentos e Eu rogarei ao Pai e Ele vos dará um outro Defensor para que permaneça sempre convosco'.

Jesus diz: 'Eu não deixarei vocês órfãos, estarei sempre convosco'

O que Deus nos pede é o amor...

...Só crescemos quando somos desafiados. Quem não assume os desafios da vida, não vence... não chega na grandeza humana...'Se todos nós formos capazes de sonhar o mesmo sonho, podemos fazer a diferença...' Se nós podemos sonhar este pedaço de chão, mais humano, solidário... Este sonho poderá se tornar realidade. se todos nós fizermos um pouquinho e, se juntarmos este pouquinho, veremos que um pouquinho de cada um faz muito. Sejam mulheres e homens todo inteiro. Em tudo que fizerem, possa estar a marca do amor, a marca do respeito." Trecho da Homilia do Bispo Dom Jaime.

O Padre Alexandre agradeceu a presença de Dom Jaime e, em especial, aos catequistas, dizendo "ser catequista é partilhar o seu amor com a comunidade".

Ao término da Santa Missa, Dom Jaime desafiou os jovens a fazerem "muito, não se contentarem em serem pequenos e, também, a pensarem em sua vocação. Qual a missão que irão assumir a partir deste passo importante que acabaram de celebrar?"

Fotos da Santa Missa, 9h30min

Fotos da Santa Missa, 18h


Benfeitor

Benfeitor

Supermercado Teka